Se o diabetes é uma doença crônica, por que o laudo de diagnóstico precisa ter validade?

Atualmente, as pessoas portadoras de diabetes precisam atualizar o laudo de diagnóstico com um médico a cada 3 meses para comprovar que têm a doença. Esse processo torna o tratamento do diabetes mais burocrático, e ainda dificulta o acesso a insumos, tendo em vista que o diabetes é uma doença crônica que exige tratamento e acompanhamento médico por toda a vida.

Em Curitiba, um projeto de lei de autoria do vereador @alexandreleprevost, que estabelece validade indeterminada para laudo médico de Diabetes tipo 1, está pronto para ser votado na Câmara Municipal de Curitiba desde o dia 13 de março. Se aprovada, essa medida trará muitos benefícios para todas as pessoas com diabetes, facilitando o tratamento da doença.

Insumos como fitas reagentes e insulina são fornecidos gratuitamente pelo SUS, mas é exigido a comprovação do diabetes pelo laudo. Se uma pessoa não conseguir atualizar o laudo a tempo em consulta, pode ter seu tratamento prejudicado.
O IPD apoia essa iniciativa e espera que esse projeto de lei, quando aprovado, venha a beneficiar ainda mais os pacientes portadores do Diabetes tipo 1.

@diabetessbd @sbdpr.diabetes @camaradecuritiba @dr.andre.vianna
@draangelanazario @mauroscharf

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress

Baixe eu E-book aqui:

Baixe eu E-book aqui:

Este site usa Cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.