Cetoacidose após o diagnóstico de diabetes? Saiba como evitar

A cetoacidose é uma complicação do diabetes caracterizada pela grande quantidade de glicose no sangue, aumento da concentração de cetonas e diminuição do pH sanguíneo.

Infelizmente, esse quadro é muito comum em crianças que ainda não foram diagnosticadas com diabetes e não sabem que a glicemia está muito alta.

Mas após o diagnóstico é possível evitar a cetoacidose monitorando a glicemia diariamente. Ontem o @dr.andre.vianna compartilhou uma analogia muito interessante. Imagine que ter diabetes é como dirigir um carro. Sem um velocímetro para te guiar, você pode sofrer um acidente por estar com a velocidade muito alta ou muito baixa. Com o diabetes é a mesma coisa.

Quando a glicemia está muito baixa, podemos identificar os sinais da hipoglicemia, como fraqueza, tremores, sensação de desmaio.

Já quanto a glicemia está alta, no caso da hiperglicemia, os sinais não são claros, e é possível que a pessoa esteja caminhando para um quadro de cetoacidose sem saber.

Por isso, reforçamos a importância de monitorar a sua glicemia continuamente! Uma simples picada no dedo pode salvar vidas!

Compartilhe essa informação!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress

Baixe eu E-book aqui:

Baixe eu E-book aqui:

Este site usa Cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.